Buscar
  • Fernando Andrade

TRANSPARÊNCIA NAS CONTAS PUBLICAS ALGO ÚTIL?




Sancionada pelo ex presidente Lula no ano de 2009, a Lei Complementar 131, também conhecida como Lei da Transparência ou Lei Capiberibe, obriga a União, os estados e os municípios a divulgar seus gastos na Internet em tempo real.


Encontramos um descaso muito grande com essa lei, não só por parte do poder publico, mas do povo de forma geral, já que é notório que a grande maioria da população não se preocupa em acompanhar os gastos ali divulgados pelas esferas dos poderes (municipal estadual e federal)


Formulas confusas, letras pequenas e tudo mais que se possa imaginar é usado para confundir os poucos cidadãos que se atrevam a acompanhar os gastos pelos sites.


Diante de tal cenário entidades sem vinculo político se fazem cada vez mais necessárias, pois são elas que poderão fiscalizar e “traduzir para uma linguagem mais simples aquele labirinto de números criado para confundir o povo.


Porem de pouco adianta o trabalho dessas organizações se a população não mostrar interesse em saber aonde é gasto o dinheiro que ele paga em forma de impostos, pois ali estão expostos, ou deveria estar aonde é investido cada centavo do dinheiro publico.


Te pouco adianta uma Lei de Transparência quando o maior beneficiado não demonstra o menor interesse em exercer o direito a fiscalizar as contas.


Assinado por:


Fernando Andrade: Graduado em História pela Universidade UNOPAR, Jornalista e Editor-Chefe do Canal - Conexão Marília, Fluente em Espanhol e Japonês, inúmeros artigos publicados sobre imigração japonesa no Canal Okinawana Nop.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo