Buscar
  • Fernando Andrade

IMIGRAÇÃO BRASIL-JAPÃO - PARTE 3


Após o termino da II GUERRA MUNDIAL a colônia japonesa, principalmente no interior, e, mas precisamente no oeste paulista se vê as voltas com um dos episódios que irão marcar a colônia até os dias de hoje, a Shindo Renmei, muito bem retratado pelo escritor Fernando Moraes no livro “Corações Sujos”, lançado pela Companhia das Letras,em 17/11/2000, considerado a pagina negra da imigração japonesa ao Brasil.

Porem o período pós guerra será marcado não só pelo lado triste do episódio da Shindo Renmei, teremos a fundação da Jacto (importante fabricante de implementos agrícolas ) na cidade de Pompéia no ano de 1947, somente para mencionarmos um exemplo, e teremos a consolidação de fabricas como Sasazaki (Portas e Janelas, do ano de 1943 ) e Ikeda (Arados e outros implementos, do ano de 1945)

Em cidades de grande concentração de imigrantes as coisas começam voltar ao normal de forma vagarosa, e gradual.

Foi ano de 1953 (54) que teremos a volta do fluxo imigratório ao Brasil, com a chegada do navio Santos Maru, e nessa II fase da imigração duas entidades irão ser de suma importância, a CAC (Cooperativa Agrícola Cotia) e GECESB (Grêmio Assistencial e Cultural) fundado por Shigueaki Ueki.

Essas duas entidades irão ajudar na documentação necessária para a vinda de vários imigrantes ao Brasil.

No ano de 1955 chega à primeira leva de 109 imigrantes do grupo de jovens de Cotia a Santos.

O fluxo imigratório teria seu final no ano de 1973, porem ao longo de todo processo da imigração japonesa ao Brasil tivemos a consolidação das relações diplomáticas e de amizade entre os dois povos, e varias indústrias não apenas de origem nikkey (fundadas por descendentes de japoneses) ou japonesas se instalaram no Brasil.

Um dos retratados mais fieis da I fase da imigração pode ser visto no filme Gaijin ( Caminhos da Liberdade) da cineasta Tizuka Yamazaki, lançado no ano de 1980.



Assinado por:


Fernando Andrade - Jornalista e Editor-Chefe do Canal Conexão Marília, Colunista e Editor do Blog O Observatório, Graduado em História pela Universidade UNOPAR. fluente em japonês e espanhol, possuir artigos Publicados sobre Imigração Japonesa, Canal “Okinawana Nop Brasil".

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Associação Zona Oeste Cidadã - Observatório

CNPJ/CPF - 386.276.798-19

Endereço: Rua Adib Auda, 386 - Granja Vianna - SP.

Entregamos Mensalmente nossos Produtos

(+55) 11-4614-8639

WhatsApp - Contato

©2019 por O Observatório. Orgulhosamente criado com Wix.com